Concurso Fotografia 2013

INSCRIÇÃO

  1. Leia Atentamente o regulamento
  2. Os trabalhos a concurso devem ser, de preferência, descarregados on-line em: ficha de inscrição ou enviados, em suporte digital, acompanhados da ficha de inscrição papel, para: Concurso Fotográfico FNA, Posto de Turismo de Vila do Conde, Rua 25 de Abril, n.º 103, 4480-722 Vila do Conde
  3. Se se candidata na “Modalidade Profissional” deve anexar a digitalização da carteira profissional. ou apresentar documento comprovativo do seu estatuto profissional.

REGULAMENTO

O Concurso de Fotografia da Feira Nacional de Artesanato, criado em 1991, é uma iniciativa da Associação para Defesa do Artesanato e Património de Vila do Conde, entidade organizadora da Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde.

Nos objetivos deste concurso inscrevem-se a promoção do artesanato como parte integrante do Património Cultural Português, das nossas tradições, memória e identidade, bem como a extensão estética e afirmação da fotografia como meio de fruição, expressão, divulgação e arquivo do património cultural.

1. TEMA DO CONCURSO

O Concurso Fotográfico FNA 2013, tem como tema a 36ª edição da Feira Nacional de Artesanato, que decorre de 27 de julho a 11 de agosto de 2013. As Imagens recolhidas deverão registar peças de artesanato, artesãos e trabalho ao vivo, gastronomia, animação, público e tudo o que acontece no espaço e no decorrer do certame. Permitindo, assim, documentar a diversidade e riqueza do artesanato português, as suas expressões mais tradicionais ou contemporâneas, a sua dispersão e raiz geográfica.

2. MODALIDADES

Sendo o objetivo deste concurso a valorização do artesanato através da dimensão estética, documental, pedagógica e lúdica da fotografia, o concurso desenvolve-se em duas modalidades:

2.1 – Modalidade Profissional

Integra os fotógrafos profissionais

2.2 – Modalidade Amadora

Todas as pessoas que pratiquem a fotografia como hobby.

3. PARTICIPANTES

3.1 – São admitidos a concurso participantes portugueses ou estrangeiros, residentes em Portugal. Os participantes só podem concorrer a uma das modalidades e devem adotar um pseudónimo;

3.2 – Os concorrentes que participem na modalidade profissional, devem, no ato de inscrição, anexar a digitalização da carteira profissional. No caso de não a possuírem, devem apresentar documento comprovativo do seu estatuto profissional

3.3 – Ao inscrever-se o concorrente assume:

- Ser o único detentor dos direitos de autor da fotografia.

3.4 – Conforme previsto no regulamento da Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde, os artesãos, no quadro da sua participação neste certame, autorizam ser fotografados, bem como permitem o registo das suas peças, ou do trabalho ao vivo que possam estar a desenvolver;

3.5 – Os participantes podem publicar os trabalhos apresentados a concurso, em qualquer meio de comunicação social, não sendo contudo permitida a participação, com os mesmos trabalhos, noutros concursos;

3.6 – Os participantes cedem à Organização do Certame, graciosamente, os direitos de reprodução das suas obras, que serão devidamente identificadas com o nome do autor;

3.7 – Os trabalhos selecionados para a 2ª fase do concurso ficam propriedade da Associação Para Defesa do Artesanato e Património de Vila do Conde e da Câmara Municipal de Vila do Conde.

3.8 – Não são admitidos a concurso membros do júri ou da organização

4. CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO

Os concorrentes deverão levantar no Secretariado da Feira o cartão de participante do Concurso Fotografia FNA 2013, para circular e fotografar no recinto da Feira.

5. INSCRIÇÃO

5.1 – A inscrição é gratuita e deve ser efetuada através de www.fotografia-fna.org onde se encontra o respetivo formulário e demais indicações;

5.2 – Cada concorrente pode participar com o máximo de 6 fotografias;

5.3 – Não serão aceites as inscrições que não estejam conformes ao regulamento;

5.4 – A data de submissão dos trabalhos a concurso decorre de 15 de agosto até às 24 horas do dia 15 de Setembro.

6. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

6.1 – A técnica fotográfica poderá ser analógica ou digital. Sendo analógica os trabalhos terão de ser digitalizados para envio on-line.

6.2 – Não são admitidas as fotografias tiradas com telemóveis;

6.3 – As fotografias poderão ser a cor ou a peto e branco;

6.4 – As fotografias apresentadas a concurso não podem ser manipuladas, à exceção do normal tratamento de enquadramento, reequilíbrio de cor, densidade e contraste. O autor deve preservar os originais e disponibiliza-los caso o júri os solicite. O não cumprimento do exposto será objeto de desclassificação;

7. MATERIAL A CONCURSO

7.1 – Os trabalhos a concurso devem ser, de preferência, descarregados on-line em: www.fotografia-fna.org, ou enviados, em suporte digital, acompanhados da ficha de inscrição, para:

Concurso Fotográfico FNA Posto de Turismo de Vila do Conde Rua 25 de Abril, n.º 103 – 4480-722 Vila do Conde enviados exclusivamente via Internet, para o e-mail: fotografia.fna@gmail.com

7.2 – Todos os trabalhos devem ter um título ou legenda, identificação do artesão da e região, sempre que se trate de peças, artesãos e trabalho ao vivo;

7.3 – Na 1ª fase do concurso só são aceites ficheiros digitais em RGB, com as dimensões 30 x 20, formato JPG e com uma resolução de 300 dpi, sem qualquer marca de água.

8. SELEÇÃO E PREMIAÇÃO:

O júri procederá à seleção dos trabalhos em duas fases:

8.1 – Na 1ª fase fará uma pré-seleção, até ao máximo de 50 trabalhos em cada uma das modalidades;

8.2 – Os autores dos trabalhos selecionados serão informados e deverão entregar ou enviar até 30 de Novembro as fotografias impressas, em papel fotográfico, mate ou brilhante, nas dimensões 60 x 40 (?)para:

Concurso Fotográfico FNA
Posto de Turismo de Vila do Conde
Rua 25 de Abril, n.º 103 –
4480-722 VILA DO CONDE

8.3 – Na segunda fase, a partir destes trabalhos, o júri elegerá os premiados;

9. PRÉMIOS

9.1 Prémio Profissional – 1.500€

9.2 Prémio Amador – 750€

9.3 Todos os participantes receberão um diploma de participação;

9.4 Todos os trabalhos selecionados para a 2ª fase integrarão uma exposição itinerante, realizada pela organização;

9.5 O Júri pode reserva-se o direito de não atribuir qualquer um dos prémios. Assim como de decidir a atribuição de menções honrosas. Os elementos da organização não podem integrar o Júri.

10. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

O júri procederá à avaliação dos trabalhos segundo os seguintes Critérios:

  • 1º - Criatividade
  • 2º - Estética
  • 3º - Adequação ao tema do concurso
  • 4º - Técnica.

11. JÚRI

António Maria Gomes,
Fotógrafo;
António Sousa Alves,
Professor;
Bernardino Castro
Diretor do CPF
Carlos Mendes Pereira,
Fotógrafo;
Eduardo Gageiro,
Fotojornalista;
José Pedro Martins,
Professor e Fotógrafo
Amador;
Marco, Fotógrafo e pintor.
Não há apelo das decisões do júri.

Não há apelo das decisões do júri.





Share this